segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Qualquer um pode ser agiota?

Sinceramente, não. Assim como para ser jogador de futebol você precisa de ter certa habilidade com a bola, para ser agiota exige-se um determinado perfil. O principal, na minha opinião, é: amar o dinheiro. Você tem que estar disposto a perder uma amizade de longa data por causa do dinheiro, para mim o dinheiro vem em primeiro lugar, se você é meu amigo de infância, pegou dinheiro comigo e não pagou, não tem essa de "ah vc né amigo não? fica me cobrando", a partir do momento que cruzou essa linha, nossa história e amizade não valerá nada mais do que o que você me deve. Se tiver que mandar recado no facebook, ligar no trabalho, etc, eu faço.

Segunda, você não pode ter vergonha de cobrar, isso vai um pouco de encontro com a primeira que é separar a relação de amizade com dinheiro. Não sei se já falei sobre isso, mas minha experiência diz que, os que mais dão trabalho para te pagar, são aqueles que você emprestou dinheiro sem cobrar Juros. Não sei se é pelo fato de você não ter cobrado juros que eles se sentem do direito de não querer pagar ou que se não pagar você não vai se importar pq vc tem dinheiro sobrando, mas é sempre assim. E outra, não há compromissos ou datas para pagamento, vão pagando como podem, e nessa você perde a oportunidade de ganhar dinheiro (custo de oportunidade). Se você empresta 1.000 a 10% a.m (juros compostos) em 2x, dá 1.210 ou 2x 605 (1000*(1+0,1)^2), se no dia x o cara chega pra você e fala que só pode pagar 400 e o resto ele paga junto com a última parcela, você já calcula 10% em cima do que faltou, ou seja 605-200 = 205, 205 *1,1 = 225,5: R$ 20,50 a mais pro seu bolso, no caso do amigo você não ganha porra nenhuma, só dor de cabeça.

Colhões. É, tem que ter colhões mesmo de saber que o que você está fazendo é uma atividade ilegal (crime contra economia popular, crime contra o sistema financeiro).
Não sei ao certo, mas arriscaria em dizer que 90% das pessoas que pegam dinheiro com agiota não sabem que esta é uma atividade ilícita*. Ninguém vai pegar 1000 reais com você, assinar uma promissória e logo em seguida ir na delegacia te denunciar; 1º. que a probabilidade de ela saber que isso é ilegal é grande, 2º. pq ela geralmente vai sempre precisar de você e 3º. o fato de você ser investigado não a isenta de não pagar, o crime é a usura (juros alto) mas mesmos se você vier a responder um processo e ela tiver algum cheque ou nota promissória assinada ela terá que pagar, claro que não vai pagar o juros alto, o juiz vai mandar calcular aí com 1% a.m (que é o permitido por lei).

Tem, claro, o risco de morte! É só pesquisar no google "agiota assassinado" que verá algumas matérias. Mas os assassinatos estão quase sempre relacionados a dividas altas, extorsão ou safadagem por parte do agiota. Tenho conhecido do ramo que já sofreu atentado por uma dívida de 40k. Mas aí é só você criar uma regra de não emprestar valores vultuosos a quem você não conhece bem, até hoje o máximo que me deveram foi 10k e o cara é amigo de longa data. Para empréstimos maiores, sugiro documentar o valor principal através de contrato de mútuo não cobrando - em contrato - mais que 1% a.m. Mas cobre o valor real por fora. Sempre que possível, mencione ao cara algo do tipo "não vai me matar né?" falando em tom de risada e mencionando "... pq se me matar meu advogado entrega esse documento para polícia e você vai ser o primeiro a ser investigado" ainda em tom de risada. kkkkkkkkkkkkkk estou escrevendo isso com um sorriso no rosto de engraçado, mas o cara já fica ligado. Lembrando que não sou mafioso! Se o fosse, o cara saberia que não poderia brincar comigo pq ostentaria uma quadrada na cintura .


Mas em minha opinião, os riscos valem a pena. Até você partir para um ramo menos arriscado como factoring ou qualquer outro ramo em que você possa viver confortavelmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário