terça-feira, 28 de março de 2017

Erro de cálculo. Cagada que me custou 1.1k!

Esses dias eu fiz uma cagada que me custou 1.100 pila. Questão seguinte: eu faço meus cálculos no excel e dessa vez eu deixei uma referência fixa (número de parcelas). bom.. primeiramente vou explicar como eu faço meus cálculos. Alguns colegas utilizam o juros simples; não sei se por desconhecerem o juros composto ou por achar complicado o cálculo, enfim, a questão é que eu uso o juros composto - conhecido como juros sobre juros.
No excel é simples: a fórmula é a seguinte:

Vf = Vp*(1+i)^n
Vf = valor final (já com o juros)
Vp = valor principal (o que vc tá emprestando)
i = juros. pode ser acompanhado do sinal %, exemplo (1+10%) ou na forma de fração (1+0,1)
n = periodo

No excel é só por assim:

=1000*(1+0,1)^2
o valor vai dar = R$ 1210

Se você usar o juros composto:
1000*(1+(0,1*2))
o valor vai dar = R$ 1200

10 conto a menos, parece pouco mas dependendo da quantidade de "operações" que vc faz no mês dá uma diferença grande, e quanto maior a quantidade de vezes maior a diferença:

composto:
500*(1+0,1)^6 = 885,78
simples
500*(1+(0,1*6)) = 800

Viram? 85,78 de diferença.

O que eu fiz de errado? eu simplesmente deixei o valor da parcela fixo em 7, mas tava considerando 6, então o valor foi bem pra baixo.
(4000*(1+0,1)^6)/7
essa fórmula com o /7 já dá o valor da parcela, mas era pra ser 6 e esqueci o 7. só fui ver bem depois que já tinhamos acordado o valor e tinha repassado o dinheiro pro cara.

Falando em fórmula, a fórmula de juros composto é a que falei a cima. Mas se vc quiser trazer um valor futuro para o presente?

Vp = fv/(1+i)^n
VP = valor presente
Vf = valor futuro
i = juros
n = periodo.

Tente aí:

=1000*(1+0,1)^2 = 1210
=1210/(1+0,1)^2 = 1000

Pode fazer no excel que dá certo.

Um comentário:

  1. Ola me passa seu contato preciso de um empréstimo
    (41) 9 9777 9560

    ResponderExcluir